Most risk assets are up this morning, while the dollar and yen are down against other major currencies.*

Most risk assets are up this morning, while the dollar and yen are down against other major currencies.*

Edição 707

14/01/2013

Maioria dos ativos de risco opera em alta nesta manhã, enquanto dólar e iene se depreciam diante das principais moedas. Há certo otimismo em relação à intensa agenda econômica prevista para a semana, com indicadores importantes sendo divulgados nos EUA e China, que deverão confirmar a recuperação da economia mundial.

Na Europa, o índice pan-europeu de ações STOXX600 opera com valorização de 0,12% no momento. A bolsa de Londres sobe 0,07%, enquanto Paris e Frankfurt registram altas de 0,31% e 0,39%, respectivamente. O euro é negociado a US$ 1,3370/€, com valorização de 0,21%, nesta manhã.

Os futuros das principais bolsas norte-americanas, S&P e D&J mostram ganhos de 0,14% e 0,09%, enquanto o dólar mantém-se relativamente estável frente às principais moedas no momento, após iniciar o dia em queda frente às principais moedas. Na agenda, destaque para discurso de Ben Bernanke em evento na Universidade de Michigan, às 19hs de Brasília. Será o seu primeiro depoimento desde a divulgação da ata do Fed, que sinalizou que o programa de compra de ativos pode ser abreviado.

Na China, a bolsa de Xangai registrou forte valorização no pregão de hoje (+3,06%), reflexo do otimismo gerado após declarações oficiais indicando a disposição do governo chinês de ampliar o mercado de capitais local, através da elevação da participação estrangeira na aquisição de ações. Em Hong Kong, o índice Hang Seng fechou em alta de 0,60%. No Japão, destaque para forte desvalorização do iene, após as intenções do governo em colocar à frente do banco central japonês (BoJ) pessoas comprometidas com políticas monetárias altamente estimulativas. O iene atingiu ¥89,38 por dólar e ¥119, 41 por euro, ambos as mais baixas cotações dos últimos dois anos. Mercado de ações fechado devido a feriado local.

O petróleo e demais commodities são favorecidos neste dia de maior apetite ao risco. O produto tipo WTI é cotado a US$ 93,84/barril, com ganho de 0,32% nesta manhã. O índice de commodities total registra valorização de 0,53%, sendo que metais sobem 0,57% e agrícolas 0,63%.

O ambiente internacional favorável aos ativos de maior risco permite prognosticar um dia positivo para a Bovespa. Petróleo e commodities em alta devem contribuir para uma boa performance das ações brasileiras. No mercado de câmbio, apesar da desvalorização do dólar diante das principais moedas nesta manhã, a cotação do dólar deve ficar oscilando em torno de R$ 2,03, visto como adequado pelas autoridades. No mercado de juros futuros, os movimentos continuarão limitados pela percepção de uma atividade fraca, em meio a um quadro inflacionário delicado.

Superintendência de Economia
Sul América Investimentos – Associada ao ING
www.sulamericainvestimentos.com.br

Top